EQUIPE ESCOLA OLIVE

sofia.jpg

SOFIA RAMOS

Criadora da Escola e Prof. de Torno

A cerâmica surgiu na minha vida após 4 anos de atuação no mercado publicitário, como busca por uma mudança de carreira. Meu primeiro contato foi com a ceramista Sara Carone e, levada pela curiosidade, busquei fazer outros cursos, como o curso de Raku com a ceramista Sylvie Robert em Yves, na França. Mas foi estudando na Association Augusto Tozzola - onde me especializei em torno - que tive a certeza de que continuaria fazendo cerâmica, encantada pelo trabalho do mestre oleiro. Frequentei também a ATC (Arts et techniques céramiques), fiz um curso de torno em Copenhagen com o ceramista Tortus e um curso de esmaltes com Marc Uzan em Douai. 


Quando retorno ao Brasil, inicio a Olive Cerâmica, marca que nasceu como um projeto para desenvolvimento de vasos, mas que logo se expandiu para utilitários, sendo hoje meu maior foco e paixão. Participei de algumas das principais feiras de trabalhos manuais de São Paulo e atualmente a Olive tem sua própria loja física e online. Em paralelo, desde 2017 sou professora de torno, dando aulas no Terra W Estúdio, onde também fiz alguns cursos, como o de Formulação de esmaltes, com Diane Cossermelli. 


A Escola Olive surge da ideia de colocar em movimento o conhecimento e a experiência que adquiri ao longo desses anos. Com o incentivo da minha assistente Vanessa Amorim, que já havia sido minha aluna, decidimos transformar o ateliê em um local de troca e aprendizado. Tendo em vista que, para nós duas, a cerâmica representa um novo começo de oportunidades, procuramos promover esse sentimento como algo possível.

vanessa.png

VANESSA AMORIM

Prof. de Modelagem Manual

Estou mundo da cerâmica desde 2019, quando fiz meu primeiro curso de Introdução à Modelagem Manual. Sempre fui apaixonada pelos utilitários antigos da feira Benedito Calixto, e estava a procura de um hobby, então decidi explorar a cerâmica. Logo em seguida, depois do curso de modelagem, ingressei no curso de torno no Terra W, onde conheci a Sofia, minha professora. Intercalei cursos de modelagem e torno, tendo ido para Cunha e me apefeiçoado com João Felipe Cursino. Já trabalhei por permuta em alguns ateliês, e, depois de quase 1 ano comecei a dar aulas como assistente e ajudar em planejamento de cursos. Já trabalhei com o Fernando Aidar,  que me indicou para vaga de assistente na Olive Cerâmica. Aqui, fui uma das idealizadoras da Escola Olive, e hoje ministro aulas de Introdução à Cerâmica e Workshops. Acho encantador o fato das nossas mão conseguirem fazer peças que a indústria produz em grande escala. Então, na contramão de tudo, larguei a vida corportativa e me encantei pelo tempo da argila. Aprendi e aprendo com as frustrações e com o não-controle total do processo.

_MG_9475_edited.jpg

ISADORA DALLE

Prof. de Modelagem Manual

Artista visual e ceramista. Natural de Brasília e residente em São Paulo desde 2018. Após uma viagem pelas regiões norte e nordeste do Brasil, me apaixonei pelas produções regionais de cerâmica e fui atrás de aprender a fazer. Em Brasília aprendi modelagem livre com o ceramista Eugênio Alvim, seguindo seu cronograma de técnicas até o fim. Abri minha marca logo em seguida, a BARRO cerâmica artesanal. 

Depois, com vontade de aprender e aprofundar mais, vim parar em São Paulo. Realizei cursos com a professora Amanda Magrini e Diane Cosermelli no Terra W Estúdio entre outras oficinas com diferentes ceramistas. Trabalhei como assistente no ateliê Regina Esher, onde comecei a atuar como professora de modelagem livre. Em 2021 passei a integrar o quadro de professoras do curso livre de cerâmica da escola Fika Open Art Studio e também, a dar aulas de maneira autônoma em meu próprio ateliê. Hoje, sigo desenvolvendo meu trabalho autoral com a BARRO e ministrando aulas no Fika, no meu ateliê e agora na Escola Olive.
Minha produção com a BARRO consiste basicamente em utilitários de alta temperatura modelados à mão livre, finalizados com esmaltação gestual de pinceladas e sobreposições, a fim de evidenciar a singularidade de cada peça. Meu trabalho como artista visual segue em paralelo a toda essa vida ceramista, mas se vale das mesmas bases de interesse.

IMG-20220627-WA0004.jpg

JOÃO CAMILLO MACHADO DE CAMPOS

Prof. de Modelagem Manual e Torno

Quando tinha 9 anos de idade tive duas grandes primeiras situações envolvendo cerâmica. A primeira em uma aula de artes na escola quando uma ceramista levou um torno elétrico e pude, sentado em seu colo subir uma pequena peça que ficou guardada comigo ainda crua. Nesse mesmo ano, meus pais me deram um uma caixa de brinquedos onde a temática era um boneco ceramista medieval e seu ateliê com banca para comercializar e itens relacionados a profissão como torno medieval movido com a força das pernas, potes dos mais variados formatos... Bom, essa brincadeira ocupou parte do meu imaginário da minha infância e ajudou a fazer surgir a vontade de me tornar um "poteiro".
Faço cerâmica há 20 anos e, nos últimos dez passei a dar aulas, produzir comercialmente, expor e falar da pesquisa que venho desenvolvendo em feiras, exposições, seminários, congressos e publicações impressas.
Como propositor no ensino da cerâmica, já trabalhei lecionando cursos continuos e também workshops de curta duração em escolas, ateliês e instituições de ensino. Para crianças do ensino infantil no Ciranda Educaçã (Cotia-SP), no ensino Fundamental I e II no Colégio Oliveira Netto (Cunha-SP), para adolescentes e adultos no ICCC- Instituto Cultural da Cerâmica de Cunha, (Cunha-SP), no Ateliê Lucia Ramenzoni e Estudio Terra W (ambos em São Paulo-SP). Fruto da pesquisa que venho desenvolvendo na área de construção de forno a lenha para alta temperatura e utilização de matéria-prima local escrevi o texto "Diante dos desafios da construção de um forno Bourry" publicado na revista Mão na Massa e no livro "Cerâmica em Cunha: 40 anos de forno Noborigama no Brasil". 
Meu trabalho pessoal acontece com base da mistura de diversas técnicas de modelagem como encordelamento, paleteado, placa, extrusão, técnicas escultoricas e torno elétrico, e reflete a minha busca por referências na história da cultura cerâmica de forma contemporânea, tendo como objetivo o uso utilitário. Como propositor, ao guiar os alunos, acredito que o mais importante é o processo e  não o resultado, respeitando o tempo nescessário e as individualidades de cada um.

flavia.jpg

FLÁVIA FRANQUEIRO

Prof. de Modelagem Manual

Meu Primeiro contato com a cerâmica foi na escola brincando de argila, sempre fui ligada no universo da arte. Sou formada em Artes Visuais pela Faculdade Paulista de Artes, onde desenvolvi meu interesse pela cerâmica. Atualmente, trabalho com minha produção autoral em ateliê próprio e ministro aulas de modelagem. Também sou assistente do Professor Jean Jacques Vidal no curso de molde de gesso no Sesc Pompeia. 
Minha produção se caracteriza pelas peças autorais e únicas, mais especificamente na criação de seres imagináveis, utilizo, também, a técnica de queima Raku, a qual traz resultados inusitados às minhas obras.

foto torno (1).png

THAIS TEIXEIRA

Social Media e Assistente Administrativa

Minha relação com a cerâmica começo aqui, na Escola Olive, onde sou responsável pelas redes sociais e auxílio no atendimento e gestão da agenda - se você já recebeu um e-mail da Escola Olive, provavelmente foi meu! Quando não estou trabalhando, sou sommelier dos cursos da escola - já fiz praticamente todos e, tudo que sei sobre cerâmica, devo a eles. Para mim, a cerâmica é um hobby que me encontrou em um momento que precisava muito dele, com ela aprendo diariamente a conter minha ansiedade e respeitar o tempo das coisas - e, o maior clichê de todos, confiar no processo!